quinta-feira, novembro 26, 2009

A revelação de Barack Obama sobre OVNIs

Será que Obama irá mesmo revelar o que os EUA escondem sobre os UFOs?

Especulações correm o mundo e rodeiam a Casa Branca, mas a Equipe UFO está atenta aos fatos. Esta notícia, bem especulativa e inclusive sensacionalista, vem circulando nos debates internacionais de Ufologia na internet. A fonte principal e autora de tais "denúncias", o Dr. Michael Salla, é um tanto polêmico em suas afirmações. Em consideração aos nossos leitores, internautas e amigos, reproduzimos abaixo tal conteúdo, apenas salientando que os membros da Equipe e Revista UFO, como também da Comissão Brasileira de Ufólogos (CBU) estão sim muito atentos a todos os acontecimentos no bastidores da Ufologia Mundial, ainda mais no que concerne à liberação de informações governamentais e militares ufológicas.

Apenas vamos nos ausentar de alguma opinião formada com relação a esta informação, ainda longe de alguma comprovação ou indícios absolutos. Mesmo que improváveis, tais acontecimentos seriam muitíssimo bem vindos, sem dúvida.

Obama: segundo boatos, liberação oficial sobre extraterrestres seria iminente

Um pronunciamento oficial pela administração Obama, liberando informações sobre a realidade de vida extraterrestre seria iminente. Por vários meses, altos funcionários da administração estariam silencionamente deliberando, à portas fechadas, quantas e quais informações entregar ao mundo a respeito de vida extraterrestre. Insatisfação entre poderosas instituições, tais como a Marinha americana, a respeito da política de segredos que dura várias décadas teria dado um impulso aos esforços de agilizar a realidade da vida e tecnologia extraterrestre.

O estarrecedor e revelador anúncio de liberação seguiria à secreta implementação de um ano de política aberta quanto a UFOs e vida extraterrestre. Desde fevereiro de 2008, a Organização da Nações Unidas (ONU) abrigaria discussões secretas, onde aproximadamente 30 nações concordaram em uma nova política de abertura a respeito de UFOs e vida extraterrestre em 2009 e 2010, implementada mas não anunciada publicamente, devido a ameaças contra diplomatas da Organização, a fim de não revelarem detalhes do acordo secreto de informação pública.

Estaria baseado em duas condições: Primeiro, UFOs continuariam a aparecer ao redor do mundo e, segundo, a política de abertura não levaria a conflagração social em democracias liberais. Ambas as condições foram satisfeitas, tornando possível começar o próximo estágio, abertura oficial de informações sobre vida extraterrestre. Em 24 de setembro de 2009 o presidente Obama teria participado no Conselho de Segurança da ONU em um encontro sobre desarmamento e não proliferação nuclear, deixando claro seu papel de emergente liderança em grandes assuntos globais, tais como armas nucleares.

O Prêmio Nobel da Paz seria um passo importante em proporcionar legitimidade global ao presidente Obama para fazer o anúncio da desclassificação de informações sobre extraterrestres. O presidente norte-americano deve então cumprir um papel proeminente na governança global, que seria necessária após um anúncio a respeito. Isso, segundo Michael Salla, deve acontecer possivelmente logo após seu discurso de aceitação do Prêmio Nobel da Paz em Oslo, Noruega, em 10 de dezembro de 2009.

Haveria fontes que revelaram sobre projetos em andamento para fazer uma revelação a respeito da existência de vida extraterrestre no final de 2009. Isso inclui o Dr. Pete Peterson, que recentemente revelou que discussões de alto nível tem ocorrido a respeito desse anúncio. Em uma entrevista do Project Camelot, Dr. Peterson comentou que: "Obama está planejando revelar a realidade de contatos extraterrestres por volta do final do ano, e que a maioria, mas não todos, os visitantes alienígenas são amigáveis".


Outra fonte é David Wilcock, um proeminente pesquisador de paradigmas científicos. Wilcock teria dito, segundo fontes independentes, que um anúncio sobre a realidade dos extraterrestres ocorreria no final de 2009. Ele já alegou em uma entrevista de rádio no programa Coast to Coast que "um especial de TV internacional de duas horas de duração já foi agendado para apresentar uma espécie alienígena, semelhante aos humanos, para o mundo".

Adicionalmente, o pesquisador espacial e da NASA, Richard Hoagland, veio publicamente revelar que a missão LCROSS da NASA para a Lua, que se chocou contra nosso satélite em 09 de outubro, descobriu uma antiga base no polo sul do satélite. Revendo os dados científicos obtidos pela LCROSS, Hoagland concluiu, também em uma entrevista no Coast to Coast, que "a LCROSS foi parte de uma campanha cuidadosamente elaborada para preparar a população para o anúncio. O presidente dos Estados Unidos irá em breve anunciar que cientistas descobriram ruínas na Lua. Ninguém viu a nuvem de material ejetado pelo impacto da LCROSS porque a sonda atingiu uma edificação que absorveu os efeitos da explosão".

Finalmente, duas fontes independentes e confidenciais revelaram que encontros pessoais ocorreram recentemente entre oficiais militares dos Estados Unidos e um ou mais grupos de visitantes extraterrestres. Isso alegadamente levou ao estabelecimento de confiança mútua para futura cooperação com os extraterrestres que será publicamente anunciada ao público mundial entre o final de 2009 e o começo de 2010.

Concluindo, um variado número de fontes e eventos apontam para alguma forma de revelação sobre a realidade extraterrestre entre o final de 2009 ou o começo de 2010. Liberação oficial provavelmente se dará em um desses dois cenários. Um, no qual o presidente Obama irá anunciar a existência de visitantes extraterrestres, e descrever um ou mais desses grupos ao mundo. Este cenário é apoiado por Peterson, Wilcock, e nossas fontes confidenciais. O segundo cenário é um anúncio sendo feito a respeito da descoberta de estruturas no Pólo Sul da Lua, revelado pela missão LCROSS. Este cenário é apoiado por Hoagland. Em qualquer dos dois, o presidente Obama será uma figura fundamental.

Nos bastidores, instituições poderosas estão se assegurando que nada impeça o planejado anúncio de liberação de informações, que se seguirá após um ano de grandes aberturas governamentais sobre UFOs, de acordo com uma política secreta desenvolvida na ONU. Se a abertura sobre extraterrestres realmente ocorrer entre o final de 2009 e o começo de 2010, Obama irá liderar um esforço sem precedentes para promover governança global através das Nações Unidas.

A sua administração e seus apoiadores estão convictos em dar um ousado passo adiante em ajudar nosso planeta a se tornar uma cultura interplanetária que abertamente lida com os desafios trazidos pelo conhecimento da existência de vida extraterrestre.

Michael Salla, Ph.D
Fonte
http://www.ufo.com.br/index.php?arquivo=notComp.php&id=4547
Tradução Equipe UFO/Redação UFO


Leia também
2006 - França divulga arquivo sobre OVNIs
2007 - Chile divulga arquivo sobre OVNIs
2008 - Astronautas do Endeavour
2008 - Edgar Mitchell confirma OVNIs
2008 - Equador autoriza liberação de arquivos secretos
2008 - Reino Unido abre arquivos
2008 - Vaticano admite Extraterrestres

3 comentários:

Dudu Santana disse...

A abertura dos arquivos está acontecendo, mas eu posso estar errado e ser um pouco pessimista: mesmo que ele queira dar esta informação agora, acredito que impedirão. Torço muito para que aconteça, pois eu mesmo já vi diversos ovnis. Se não eram os próprios americanos pilotando, certamente não eram da nossa Terrinha. Estou na torcida!

maria disse...

alguem me pode esclarecer sobre os ORBS?
agradecida
maria

Rutênio disse...

Senhores a humanidada sonha em saber se ha vida extraterretre a décadas, acho dificil que isso aconteça, mas, estou na expectativa.