domingo, setembro 16, 2007

1997: Queda do avião Tucano da FAB

Vídeo mostra um OVNI passando muito perto do avião Tucano da "Esquidrilha da Fumaça". O objeto pode ter sido o causador do acidente.

O piloto consegue desviar o avião na direção do mar e aciona a cadeira ejetável. Apenas 3 segundos antes do avião se espatifar.

Os perítos da aeronáutica não sabem com explicar o acidente. Os aviões Tucano são fabricados para suportar as manobras, a manutenção é quase que obsessiva e no momento em que a asa se soltou, o capitão Barreto, estava começando a subir.

A pressão sobre o aparelho era apensa de 3 vezes a força da gravidade. O Tucano suporta 11 vezes a força da gravidade! Foi um acidente inédito em 44 anos da "Esquadrilha da Fumaça".

5 segundo antes do acidente um OVNI passa pelo Tucano em altíssima velocidade.

O Cap.Barreto estava na Base Aérea de Fortaleza e a pedido do programa Fantástico assistiu as imagens que aparecem o OVNI.

Cap.Barreto diz que durante o vôo não viu o objeto passar por ele. Um dos entrevistadores pergunta: "Na sua opinião, o que seria isso aí? "

"Olha... é um mistério... Eu realmente não consigo explicar. A velocidade que ele passa é uma velocidade MUITO alta. E interessante também... o tamanho dele. É um tamanho pequeno né? Em relação ao todo da aeronave, que a gente pode observar. O comprimento da aeronave são de 10 metros. O Objeto, se comparado com o tamanho da aeronave, é bastante pequeno."

O Cap.Barreto diz que em 17 anos de carreira nunca tinha visto nada parecido com isso. "É realmente um mistério a ser estudado, quem sabe?! "

O ufólogo Reginaldo de Athayde processou as imagens do objeto no computador e concluíu que trata-se de um objeto realmente metálico, que reflete a luz do sol exatamente como o avião, desenvolve uma velocidade superior a 5 vezes a velocidade do avião.

Deve medir aproximadamente 90 centímetros a 1 metro de diâmetro e objetivava realmente passar muito perto do avião. Deveria estar a uma velocidade entre 1200 a 1500 KM/H. Passou aproximadamente 2 metros da asa do avião.

O capitão Siqueira, coordenador da "Esquadrilha da Fumaça" diz que houve "fadiga no material das ferragens de suporte". Todos os aviões da frota receberam reforços e já voltaram a fazer vôos de treinamento.

Com relação a imagem do estranho objeto que aparece perto do Tucano o capitão Siqueira foi seco: "Não tenho elementos para falar sobre isso".



Fonte
Programa Fantástico 23/02/1997 . Reportagem de Luiz Petry

2 comentários:

Goj disse...

Ae Rob, http://noticias.terra.com.br/popular/galerias/0,,OI52570-EI1140,00.html

mario antonio camilo disse...

era o batiman kkkkkkkkkkk